Close
Close

No products in the cart.

Frecha da Mizarela – Maio’18

Frecha da Mizarela – Maio’18

E à 3ª foi de vez…

Depois das últimas duas tentativas, falhadas, para “fazer” a mizarela, desta vez lá conseguimos.

A frecha da Mizarela é uma das cascatas mais altas que temos em Portugal (Continental), com quase 100 meros de altura.

Das últimas vezes que lá tinha estado, tivemos que “abortar a missão”. Da primeira devido ao nevoeiro, pois era quase que impossível ver a mais de dois metros de distância, o que torna estas descidas bastante mais perigosas, pois é muito difícil descobrir as ancoragens (pontos para fixar as cordas) e estamos sempre em risco de cair. Da segunda vez, o caudal estava de tal maneira, que apenas nos limitámos a tirar umas fotos e arrancar para outro rio.

Desta vez, eramos apenas 3, o Silva, o Nelson e eu. Quando lá cheguei estava outra vez nevoeiro, apesar de não ser muito intenso, já tínhamos começado a sentir uma brisa e percebemos que se ia dissipar, pelo que resolvemos arriscar, nem que fosse apenas para fazer a primeira cascata, a principal.

Assim que iniciámos a descida, o nevoeiro começou a desaparecer o que nos deu logo a visão magnífica desta cascata na sua totalidade.

A descida é feita com 2 fraccionamentos, completamente tapados pela água.

Podíamos perfeitamente ter descido apenas a primeira cascata, o dia já estava ganho. Mas o percurso que se segue até ao final, só por si também vale muito a pena. Por isso lá seguimos por mais 2 horitas… a primeira tinha demorado quase 1 hora a fazer.

A Mizarela é daqueles percursos que nenhum amante da natureza em Portugal, pode deixar de conhecer. Podem apenas ir ver a partir dos diversos miradouros ou fazer inúmeros percursos pedestres que nos levam até á base ou até através dos passadiços existentes.

É um ex-libris da serra da Freita, situada em pleno parque natural. É um dos cenários mais belos do nosso país.

Visitem. Vale a pena.

 

 

Leave a Reply

Your email address will not be published. Required fields are marked *

Close