Close
Close

No products in the cart.

Rio Arado – 2019

Rio Arado – 2019

Provavelmente o mais conhecido cartão-postal do Gerês, as cascatas do Arado são um dos locais com mais afluência do Parque. A evitar durante o período de férias de verão, pois tornam-se insuportáveis e intransitáveis.

Já durante o resto do ano…, são altamente recomendáveis.

São também um dos circuitos de canyoning mais utilizados no nosso país. Maravilhosas em todos os aspectos, principalmente na aproximação e saída, que para quem faz apenas a parte inferior (e mais comercial), quase só tem que subir umas escadas para entrar e sair directamente no parque de estacionamento.

Para nós que gostamos das coisas um pouco mais difíceis, aproveitamos para fazer também a parte superior. Aqui, já com uma aproximação a rondar os 45 min de caminhada. Mas vale a pena, as maiores cascatas (e mais bonitas, na minha opinião), estão aqui.

Neste dia tivemos que evitar as 2 primeiras, infelizmente, devido ao excesso de água. Com o caudal muito elevado a passagem pela “fenda”, tende a tornar-se perigosa.

Não importa quantas vezes o façamos, é sempre magnifico. Não por acaso que é dos mais frequentados. Obvio que em março, e a chover, não encontramos vivalma e ficamos com o rio todo por “nossa conta”.

Pessoalmente, acho que já fazia um anito desta a última vez que lá tinha estado. Nunca deixo de me maravilhar, vale sempre a pena.

Leave a Reply

Your email address will not be published. Required fields are marked *

Close